18 de Outubro

Beto Coville, Pedro Carvalho

Nós de Cá, Vós de Lá com Beto Coville e Pedro Carvalho

Beto Coville e Pedro Carvalho irão contar as experiências de serem actores em Portugal e no Brasil, numa conversa descontraída com Carlos d'Almeida Ribeiro e Cacá Valente.

Assista ao vivo no Instagram no dia 18 de Outubro às 17h00 (hora do Brasil), 21h (hora de Portugal). Siga o Teatro Independente de Oeiras e receba uma notificação quando formos para o ar.

Beto Coville

Ator luso-brasileiro. Estudou teatro em São Paulo – (BR), no Teatro Escola Célia Helena, além de frequentar aulas com Michael Margotta e Márcia Haufrecht, membros do Actor's Studio (NY). Mestrado em Artes Cénicas - Universidade Nova de Lisboa.


Beto Coville na Videoteca Sem Fronteiras

Pedro Carvalho

Pedro Carvalho nasceu na Guarda, mas cresceu no Fundão, onde viveu até aos 17 quando se mudou para Lisboa para poder seguir uma carreira de ator. Concluiu o curso profissional da ACT - Escola de Atores para Cinema e Televisão em 2007 e desde então tem trabalhado em televisão, cinema e teatro. Ele é irmão gémeo do também ator e modelo Filipe Carvalho.

Em 2015 é convidado para trabalhar na produção da TV Record "Escrava Mãe" no Brasil, sendo nomeado para o "Prémio Extra Globo de Televisão." A partir de então, Pedro Carvalho trabalha em vários projectos entre Portugal e o Brasil.


Pedro Carvalho na Videoteca Sem Fronteiras


11 de Outubro

Joana de Verona, Miguel Thiré

Nós de Cá, Vós de Lá com Joana de Verona e Miguel Thiré

Joana de Verona e Miguel Thiré irão contar as experiências de serem actores em Portugal e no Brasil, numa conversa descontraída com Carlos d'Almeida Ribeiro e Cacá Valente.

Assista ao vivo no Instagram no dia 11 de Outubro às 17h00 (hora do Brasil), 21h (hora de Portugal). Siga o Teatro Independente de Oeiras e receba uma notificação quando formos para o ar.

Joana de Verona

Joana de Verona é uma premiada atriz luso-brasileira.

Trabalhou com directores como Marco Martins, Raúl Ruiz, João Botelho, João Salaviza, Solveig Nordlund, Catarina Ruivo, Valeria Sarmiento, Larissa Figueiredo, Gabriel Abrantes, Carlos Conceição, Miguel Gomes, António Ferreira, Pierre Edouard Dumorra, Lúcia Murat, Denis Côté, Fanny Ardant, entre outros.

É mais conhecida pelos filmes"Como Desenhar um Círculo Perfeito" (2009) de Marco Martins,"Mistérios de Lisboa" (2010) de Raúl Ruiz (vencedor do prémio Louis Delluc), "Linhas de Wellington" (2012) de Valeria Sarmiento, "Rafa" (2012) de João Salaviza ( Urso de Ouro de Berlim para curta-metragem), "As Mil e Uma Noites: Volume 2, O Desolado" (2015) de Miguel Gomes, "Praça Paris" (2018) de Lúcia Murat vencedora de melhor filme no Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro entre outros.

Licenciada com um MFA em Teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa. Já trabalhou com directores de teatro como Carlos Avillez, Luís Miguel Cintra, Gonçalo Amorim, Marco Martins, Mónica Garnel, Mónica Calle. Ela atua em países como Brasil, França, Portugal, Alemanha e Itália.

"Chantal", seu primeiro documentário, foi produzido no Ateliers Varan (Paris).


Joana de Verona na Videoteca Sem Fronteiras

Miguel Thiré

O actor Miguel Thiré nasceu em 1982, no Rio de Janeiro. Nascido em família de actores reconhecidos, Miguel iniciou sua formação aos 10 anos no Teatro Tablado, no Rio de Janeiro. A peça “Tango, Bolero e Cha Cha Cha” foi o seu primeiro trabalho profissional. De lá pra cá, fez diversos trabalhos para a TV, atuou e dirigiu peças de teatro. Começou a se envolver com cinema em 2006, no filme Didi o caçador de tesouros, de Marcus Figueiredo. Sete anos depois, actuou nos filmes O inventor de sonhos, de Ricardo Nauenberg e A memória que me contam (2013), de Lucia Murat.

Em Portugal, desde 2017, já conta com trabalhos no teatro e TV e ano passado participou de duas produções cinematográficas portuguesas.


Miguel Thiré na Videoteca Sem Fronteiras


21 de Setembro

Carolina Puntel, Inês Oneto

Nós de Cá, Vós de Lá com Carolina Puntel e Inês Oneto

Carolina Puntel e Inês Oneto irão contar as experiências de serem actrizes fora de seu país natal, numa conversa descontraída com Carlos d'Almeida Ribeiro e Cacá Valente.

Clique aqui para rever a conversa no Instagram.

Carolina Puntel

É actriz e cantora com uma sólida formação profissional, mestre em Teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema com especialização em Artes Performativas e actualmente está a desenvolver a sua tese de Doutoramento em Artes pela Universidade de Lisboa.

Natural do Rio de Janeiro, começou a sua trajectória artística no mundo da dança onde foi estagiária do Corpo de Baile do Teatro Municipal do Rio de Janeiro em 1998. Aos 14 anos participa do coro infantil da Ópera "Carmen" de Bizet onde começa a ampliar a sua formação profissional também como cantora.

Actuou em grandes espectáculos de teatro da Broadway como: "O Fantasma da Ópera", "Cats", "Hair", "My Fair Lady", "The Sound of Music", "Grey Gardens" e "Nunsense". No cinema actuou em "Muitos Homens Num só", "Banho Maria" e "O nome do Gato". Reside em Portugal há seis anos e pretende dar seu contributo artístico à comunidade no desenvolvimento das artes performativas, com foco em actuação, canto e dança.

Em Portugal participou nos espectáculos “Boeing Boeing”, "Don Giovanni", "A Bela e o Monstro" e "Na Bagunça do Teu Coração", “Epopeia”, “O Melhor do Millôr”; dobrou as séries "Alias Grace" e "Tábula Rasa" da Netflix. Fez assistência de encenação para as peças “Ding Dong” e “Faz-te Homem”, encenou as peças “Hair” e “Spring Awakening” para as turmas de Teatro Musical da Escola Profissional da Imagem.


Carolina Puntel na Videoteca Sem Fronteiras

Inês Oneto

Formada em artes cénicas pela CAL (Casa das Artes das Laranjeiras – 2003/2005), Brasil, Rio de Janeiro; Formação avançada de Programação e Apresentação de Rádio pela Universidade Católica (2020), Portugal, Lisboa.

Em cinema participou na curta-metragem “502”, Brasil, Rio de Janeiro (2012) que foi seleccionada para o Festival de Cannes. Passou pelas novelas da TVI, como por exemplo “Valor da Vida” com a personagem Ana Valera (enfermeira), Portugal, Lisboa (2018).

Esteve em cartaz no Chapitô, em Março de 2018, com a leitura encenada por Rita Lello “Ensaio no Feminino”, “Édipo - Cegos que Guiam Cegos” em 2019, a partir de Sófocles e “Medeia” em 2020 ambas nas Ruinas do Teatro Romano, com encenação de Beto Coville e produção Teatro Livre.


Inês Oneto na Videoteca Sem Fronteiras


7 de Setembro

Joana Solnado, Pedro Cardoso

Nós de Cá, Vós de Lá com Joana Solnado e Pedro Cardoso

Pedro Cardoso vive e trabalha em Portugal desde 2014. Joana Solnado faz o seu primeiro trabalho para a TV Globo em 2004. Ambos irão contar as experiências de serem actores fora de seu país natal, numa conversa descontraída com Carlos d'Almeida Ribeiro e Cacá Valente.

Clique aqui para rever a conversa no Instagram.

Joana Solnado

Joana Solnado é uma actriz e realizadora luso-brasileira nascida numa família de artistas.

Conta com uma carreira de televisão, teatro e cinema entre Portugal e o Brasil não só como actriz mas também ligada à produção e realização.

Estudou Cinema, Interpretação e Guionismo entre Portugal, Espanha, Bruxelas e Rio de Janeiro.

Popularizou-se muito jovem com as suas prestações de destaque em projectos nacionais e internacionais.

Joana Integra elencos de luxo em vários projectos da Rede Globo como “Novo Mundo”, “Liberdade Liberdade” e “Como uma onda”, bem como protagonista em muitas produções de destaque em Portugal como “Paixão”, Tempo de Viver, Sentimentos, Ilha dos Amores, O Último Beijo, entre outros…

Joana tem muitas paixões: as viagens, a música, a alimentação inteligente e o activismo responsável são pontos incontornáveis da sua pessoa e da sua carreira como artista.

Joana é apologista da conservação ambiental, pilar pelo qual frequentemente se manifesta. A actriz luta por opções sustentáveis com acções de sensibilização pelo respeito ao meio ambiente.

É embaixadora da ZeroWaste Portugal e já esteve à frente de vários projectos de voluntariado com crianças em 5 países do Sudeste Asiático e Africa.

Actualmente integra o Yoga Prison Project, estuda a integração da psicologia e da física quântica no campo terapêutico e está a acabar de escrever a sua mais recente curta-metragem que roda em 2022. Este ano acaba a pós-produção do segundo documentário que rodou na Amazónia em 2018, “Rio Negro “.

Grande apoiante das artes nacionais e uma lutadora pela valorização da cultura luso-brasileira.


Joana Solnado na Videoteca Sem Fronteiras

Pedro Cardoso

Pedro Cardoso é um actor, redactor, guionista, autor, escritor e humorista brasileiro, primo do cineasta Ivan Cardoso e do ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso. A sua imagem popularizou-se por ter interpretado Agostinho Carrara no seriado A Grande Família (2001–2014), da Rede Globo.

Entre os seus trabalhos de actor para o cinema destaca-se o filme “O que é isso companheiro” de Bruno Barreto candidato ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 1998, além de “Veja esta Canção”, de Cacá Diegues, de 1990, “O Homem que Copiava” de Jorge Furtado, de 2003, “Redentor”, de Cláudio Torres, de 2004 entre muito mais.

No teatro, as suas peças conquistaram o grande público, destacam-se "O Autofalante" e "Os Ignorantes", ambas com texto de sua autoria e "Todo mundo tem problemas sexuais" e "Os improváveis", as duas primeiras apresentadas em Portugal, no TIO - Teatro Independente de Oeiras.


Pedro Cardoso na Videoteca Sem Fronteiras